notícias

Festival de Gastronomia do Mar | 18 a 27 de Maio 2018

De 18 a 27 de maio, o Festival de Gastronomia do Mar volta à mesa dos tavirenses.

Nesta 15.ª edição, os sabores do litoral como o polvo, o atum, o bacalhau, o robalo, o biqueirão, a raia e a chaputa, juntamente com outras iguarias do mar e os vinhos e doces regionais convidam à celebração da Dieta Mediterrânica, num dos 21 restaurantes aderentes de Cabanas, Conceição, Luz, Santa Luzia e Tavira.

Undefined

DA TERRA À CERÂMICA TRADICIONAL (DIETA MEDITERRÂNICA TODO O ANO | DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS) | 19 de maio 2018

 

“DA TERRA À CERÂMICA TRADICIONAL”  : Passeio sobre as diversas formas de utilização da terra argilosa nos sistemas construtivos tradicionais do Algarve

No âmbito do Dia Internacional dos Museus e do programa Dieta Mediterrânica Todo o Ano realiza-se, no dia 19 de maio, entre as 10h00 e as 12h00, em Santa Catarina da Fonte do Bispo, o passeio “Da terra à cerâmica tradicional”, sob a orientação do arquiteto José Lima.

Undefined

Nêsperas

A nêspera é uma excelente fonte de vitamina A, pelo que 5 ou 6 nêsperas pequenas (190g) fornecem a quantidade diária recomendada desta vitamina, responsável pela boa saúde das mucosas e pele. É, também, rica em compostos flavonóides com propriedades antioxidantes como o ácido hidroxibenzóico ou as epicatequinas que são protetores naturais das células. Estas propriedades nutricionais são particularmente importantes no Verão quando a pele é mais agredida pelo sol.

Undefined

Chef português promove dieta mediterrânica a convite da OMS

Nuno Queiroz Ribeiro é o primeiro chef português convidado para um simpósio da Organização Mundial da Saúde (OMS), para promover a dieta mediterrânica e as medidas para a prevenção de doenças, a realizar em Copenhaga.

«É uma honra e uma alegria enorme ter sido convidado para defender o que eu acredito que seja a melhor dieta do mundo», afirmou Nuno Queiroz Ribeiro à agência “Lusa”.

O convite surge no seguimento da recente distinção de mérito que recebeu do Ministério da Saúde, por ter prestado serviços na promoção da saúde pública e na prevenção da doença.

Undefined

OFICINA “EMPREITA COM PALMA. Como fazer uma alcofinha” | 19 de maio de 2018

A empreita é um dos elementos identificadores da “cultura material algarvia”, pelo aproveitamento de um elemento vegetal abundante na região – a palmeira anã (Chamaerops humilis), planta autóctone característica do Barrocal e Serra – e pelos seus usos antigos para o acondicionamento e transporte de bens, trabalhos do campo, artes da pesca ou arrumos e asseio da casa.

Undefined

XVII CONGRESSO DE NUTRIÇÃO E ALIMENTAÇÃO | 10 e 11 de maio 2018

“Nutrição na sociedade de informação”

 

Durante os dias 10 e 11 de maio realiza-se no Centro de Congressos de Lisboa aquele é que considerando o mais importante congresso de nutrição a nível nacional com o tema “Nutrição na sociedade de informação”.

A DGS e o PNPAS apoiam institucionalmente este congresso, onde será também dinamizado uma tertúlia, com diversos políticos e cientistas sociais no dia 11 de maio pelas 11 horas com o título: “20 anos de política alimentar em Portugal”.

Undefined

Festival do Atum ‘Almadrava’ está de volta ao Vila Galé Albacora | 27 a 29 de Abril de 2018

O Eco Hotel Vila Galé Albacora promove pela quinta vez esta iniciativa com o objetivo de vincular toda a componente histórica do Arraial Ferreira Neto no universo da pesca do “Atum”. Este produto nobre está bem presente na história tavirense e, é incontornável falar da nossa gastronomia sem falar do atum. Procuramos dinamizar relações com entidades ligadas a temáticas da pesca, do atum, do artesanato, da fotografia, bem como toda a vertente patrimonial aliada ao conceito do "Atum".

Undefined

Passos Contados com passeios pedestres de Interpretação da Paisagem

Estão de volta os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António. Conheça o programa para 2018.

Nesta 12ª edição, sete passeios temáticos distribuídos entre Abril e Outubro, propõem novas experiências de interpretação e descodificação das paisagens culturais, seus valores naturais e elementos patrimoniais, no sotavento algarvio. Uma forma diferente e estimulante de conhecer o nosso património, conversando com os orientadores dos percursos e numa relação próxima com a natureza.

Undefined

Páginas