Plano de salvaguarda

Portuguese, international
Face à grande pressão sobre os recursos naturais planetários e urgência de soluções de contenção, a “dieta mediterrânica” contém um conjunto de propostas de humanização das relações sociais e respeito pela natureza.
 
Inscrita pela UNESCO como património cultural imaterial da humanidade, a “dieta mediterrânica” contribui para a reflexão de problemas globais, pode ajudar a reabilitar e valorizar comportamentos e práticas de proteção da biodiversidade, de agricultura sustentável, de estilos de vida saudáveis, de cooperação entre as pessoas e o respeito pelas culturas locais.
 
Este modelo cultural e padrão alimentar potencia a dinamização e fortalecimento das economias locais pela produção e consumo dos produtos endógenos, promove o turismo cultural e de natureza, tão importante na vida das populações em economias de pequena escala. 
 
Tem associado um elevado potencial económico em inúmeras áreas produtivas. A “dieta mediterrânica” é uma das formas de garantir a  sustentabilidade do planeta e a saúde das populações.