Figo

FIGO Ficus carica

É típico da região mediterrânica, com Verões quentes e secos. A figueira selvagem não dá frutos comestíveis. 

Benefícios nutricionais

Tem um valor calórico superior à média dos frutos, devido ao elevado teor em açúcar. Seco, o valor energético aumenta. É uma boa fonte de fibra e potássio. Contêm ainda minerais, como o calcio, magnésio, ferro e fósforro, e vitaminas do grupo B, como o piridoxina (B6) e ácido fólico (B9).

Escolher bem

Manupule com cuidado. A sua casca pode ser verde, preta ou roxa e a polpa esbranquiçada, rosa pálida ou roxa, em função da variedade. No ponto certo, o figo solta pequenas gotas açucaradas pelas extremidades do pedúnculo.

Dicas para conservar

- À temperatura ambiente: se comprados ainda verdes

- No frigorifíco: se já maduros, durante 3 dias. 

Como saborear

Excelente ao natural. Pode usar em conservas, aguardente ou como complemento em pratos de carne. Os doces de figo destacam-se na nossa doçaria, em especial no Algarve. 

 

Fonte: deco.proteste.pt | Fotografia: Pixabay